Canadá precisa de profissionais de tecnologia e quer atrair talentos

Canadá precisa de profissionais de tecnologia
Foto: Skywell Software

O Canadá precisa de profissionais de tecnologia e um relatório mostra que existem mais empregos em TI agora do que antes da pandemia. Saiba mais!

O Canadá está perdendo talentos em tecnologia e, como consequência, as empresas canadenses estão tentando atrair talentos estrangeiros para se mudarem para o país da América do Norte. O Canadá precisa de profissionais de tecnologia e um relatório mostra que existem mais empregos em TI agora do que antes da pandemia.


Canadá precisa de profissionais de tecnologia

De acordo com um relatório publicado pelo Conselho de Economia da Inovação (Innovation Economy Council) agora em dezembro de 2020, o Canadá precisa de profissionais de tecnologia. Dados mostram que existem mais empregos em TI agora do que antes da pandemia.

O documento, intitulado Norte Magnético: Como o Canadá se mantém na corrida global pelo talento inovador (Magnetic North: How Canada Holds its Own in the Global Race for Innovation Talent) traz informações relevantes sobre o setor de tecnologia no Canadá. Além disso, aponta a necessidade de que o país consiga atrair novos profissionais, mas sobretudo de que seja capaz de retê-los.

Sonho de estudar no Canadá: país no topo da lista dos principais para estudar fora.

Pandemia e o impacto na economia canadense

A pandemia de COVID-19 impactou negativamente a economia canadense e ao menos três milhões de empregos foram afetados no processo. Entretanto, as ocupações no setor de TI também sofreram um duro golpe quando o Canadá entrou em lockdown para conter a disseminação do vírus na pandemia.

Porém, ao contrário de outras ocupações, os empregos STEM (profissionais da ciência, tecnologia, engenharia e matemática) se recuperaram de forma mais rápida e até surpreendente. Aliás, o relatório do Innovation Economy Council aponta que os empregos STEM são ainda mais abundantes agora do que antes da pandemia.

Veja mais: retomado teste de cidadania online no Canadá.

Recuperação dos empregos nas áreas da ciência, tecnologia, engenharia e matemática

O emprego relacionado a STEM no Canadá foi 8,7% maior em outubro de 2020 do que em fevereiro. Exemplos desses empregos incluem programadores, engenheiros e outros trabalhadores de tecnologia. Uma possível explicação para por que os empregos de tecnologia não fossem perdidos durante a pandemia pode ser a prontidão da indústria para fazer a transição para o online, permitindo que os funcionários trabalhem remotamente.

Além disso, empresas estrangeiras também estão aproveitando os talentos disponíveis no Canadá. Como as empresas de tecnologia estão percebendo que os funcionários podem trabalhar de praticamente qualquer lugar, muitas estão criando oportunidades para os canadenses. Isso pode explicar por que gigantes da tecnologia como Google e Facebook abriram filiais no Canadá nos últimos cinco anos.

Leia também: novas opções de imigração para que estrangeiros tenham residência permanente no Canadá.

O Canadá precisa de profissionais de tecnologia

Sendo assim, o Canadá continua a construir sua reputação como um centro mundial de tecnologia. Por exemplo, a empresa de software Gatik abriu um centro de pesquisa em Toronto, no início do ano passado, para atrair o talento local disponível em Waterloo e na Universidade de Toronto.

“Toronto tem sido apontada como um novo Vale do Silício. Não há lugar melhor do que Toronto, no que nos diz respeito”.

Richard Steiner, chefe de política e comunicações da Gatik

Perdas e ganhos do Canadá

Apesar da abundância de empregos no setor de tecnologia, as mentes mais brilhantes do Canadá estão procurando se mudar para o sul com a promessa de salários mais altos nos Estados Unidos. Um estudo recente realizado por pesquisadores da Universidade de Toronto e da Universidade Brock descobriu que 25% dos graduados em STEM das principais universidades canadenses agora estão trabalhando no exterior.

O Canadá é o terceiro, depois da Índia e da China, em receber vistos H1-B para os EUA. Esses vistos são normalmente usados ​​para contratar pessoas talentosas do exterior. O futuro do programa H1-B, no entanto, não é claro. Isso porque o presidente dos EUA, Donald Trump, suspendeu o programa no início do ano, citando a pandemia como o principal motivo.

Muitas empresas canadenses de tecnologia estão capitalizando isso tentando atrair trabalhadores de tecnologia baseados nos Estados Unidos, que estão preocupados com seu status de imigração, para o Canadá.

Um exemplo disso é a campanha de outdoor da Communitech no Vale do Silício, Califórnia:

trabalho no canada
Foto: AfriCanada Consulting.

Uma vez que muitos profissionais graduados canadenses em tecnologia optam por se mudar para o exterior, as empresas do Canadá estão procurando novos imigrantes para preencher as vagas de emprego. O Canadá se tornou um ímã, atraindo dezenas de milhares de trabalhadores estrangeiros altamente qualificados e estudantes STEM para o Canadá.

Imigração no Canadá: país quer receber um número recorde de imigrantes nos próximos anos. O Canadá também anunciou recentemente que receberá mais de 400 mil novos residentes permanentes todos os anos entre 2021 e 2023. Isso é consistente com a premissa de que o Canadá depende de novos imigrantes para ajudar a recuperar a economia.

Recuperação econômica no Canadá: mais imigrantes empregados em setembro.

The Global Talent Stream

O Global Talent Stream (GTS) é um programa de imigração canadense e que atua de maneira acelerada. Desse modo, ajuda os empregadores a atrair e reter trabalhadores estrangeiros temporários altamente qualificados no Canadá. De acordo com o GTS, os empregadores precisam obter uma Avaliação de Impacto no Mercado de Trabalho (LMIA). Isso é para provar que eles esgotaram todas as possibilidades de contratação de talentos locais. Esse processo leva, em média, duas semanas.

Assim que esse processo termina, os estrangeiros podem se inscrever para irem para o Canadá por meio do GTS. O Canadá processa essas solicitações em apenas duas semanas. Isso significa que pode levar apenas quatro semanas para que um estrangeiro venha ao Canadá por meio deste programa.

Trabalhar no Canadá, executivo brasileiro dá dicas para morar e trabalhar em Montreal.

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação, faz Doutorado em Estudos de Comunicação. Apaixonado por rock and roll, conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *