Razões que atrapalham quem quer encontrar um emprego

encontrar um emprego
Foto: Yan Krukov – Pexels.

Se você quer encontrar um emprego, veja alguns erros que você deve evitar para facilitar a sua busca e a obtenção de bons resultados. Saiba mais!

Uma pesquisa recente conduzida pela Resume Builder e YouGov, mostra que a pandemia de COVID-19 afetou o emprego de 30% dos trabalhadores. Além disso, a pesquisa mostrou que quase 25% dos americanos dizem que não há oportunidades de emprego adequadas. Desse modo, é mais importante do que nunca se tornar um candidato competitivo e preparado. Confira algumas razões que atrapalham quem quer encontrar um emprego.


Razões que atrapalham quem quer encontrar um emprego

Infelizmente, muitos candidatos a emprego estão lutando, se perguntando por que sua busca está demorando tanto. Se você é uma dessas pessoas, aqui estão alguns motivos pelos quais sua procura de emprego pode não estar dando resultados.

Veja também: depois do coworking, cabines individuais de trabalho começam a ganhar espaço.

1) Seu currículo não reflete o emprego que você deseja

A pesquisa da Resume Builder também revelou que apenas 1 em cada 4 trabalhadores americanos afetados pela pandemia de COVID-19 atualizaram seus currículos. Por isso, um erro comum que os candidatos a emprego cometem é permitir que seus currículos reflitam suas posições anteriores, não o emprego que desejam.

Por exemplo, se você passou os últimos anos em Comunicação e Marketing, mas deseja direcionar-se ao desenvolvimento de negócios, seu currículo deve destacar suas habilidades e experiência nessa área.

É fácil escrever um currículo geral que liste cargos e realizações anteriores, mas os recrutadores procuram talentos específicos para as posições que desejam preencher. Ajustar seu currículo para se adequar ao trabalho que você deseja irá ajudá-lo a conseguir o emprego dos seus sonhos.

Leia mais: ilha paradisíaca quer atrair nômades digitais para trabalhar no Caribe.

2) Sua busca de emprego é muito ampla

Muitas pessoas que procuram emprego dizem que querem “manter suas opções em aberto”, então, propositalmente, mantêm ampla sua procura de emprego. Isso é um erro. Uma abordagem melhor é começar identificando o tipo de trabalho que você deseja.

Podem haver centenas de posições para as quais você teria muita qualificação, mas você estaria feliz e mantendo o entusiasmo com todas elas?

Embora as habilidades e a experiência sejam essenciais, os gerentes de contratação também buscam paixão. Alguns até diriam que a paixão é a credencial mais importante na hora de procurar um emprego. Isso porque as habilidades podem ser ensinadas, mas a paixão não. Identifique as funções pelas quais você tem paixão para que possa trazer todo o seu ser para a entrevista de emprego. Dessa forma, você pode deixar claro o quanto está animado com a oportunidade.

Veja mais: 15 atitudes que você deve evitar para não prejudicar sua carreira.

3) Você está ignorando o mercado de trabalho oculto

Se você está simplesmente se candidatando a ofertas de emprego, está perdendo uma grande oportunidade. Historicamente, o mercado de trabalho oculto girava em torno de empregos não anunciados. Agora se trata de contratar gerentes e recrutadores no início do processo, de preferência, antes que a posição seja publicada. É por isso que é tão importante atualizar seus perfis nas redes sociais.

Porque no LinkedIn, por exemplo, os recrutadores estão procurando ativamente os melhores candidatos com base em palavras-chave específicas. A rede social profissional também é crítica. Concentre sua energia na construção de relacionamentos para obter acesso a informações privilegiadas sobre oportunidades de trabalho que podem não ter sido postadas publicamente ainda.

Comece com pessoas que você conhece e depois entre em contato com amigos de amigos. Determine quem são os tomadores de decisão nas empresas-alvo e peça a eles um café virtual de 15 ou 20 minutos para aprender mais sobre a cultura. Saia da sua zona de conforto e crie mensagens personalizadas. Você ficará surpreso com a quantidade de respostas positivas que obterá.

Saiba mais: faltam profissionais de TI em Portugal e os salários dispararam no país durante a pandemia.

4) Você não está aproveitando as redes sociais

As redes sociais se tornaram uma ferramenta valiosa na busca de empregos que muitos candidatos em potencial subestimam. Em uma pesquisa realizada pela LiveCareer, 68% dos recrutadores disseram que os candidatos precisam de um perfil no LinkedIn, e 65% dos gerentes de contratação disseram que não se importam de ser contatados por candidatos em potencial no LinkedIn.

Estudos também mostraram que 92% das empresas estão usando as redes sociais para contratação e que três em cada quatro gerentes de contratação irão pesquisar os perfis publicados nas redes sociais de um candidato. Use as redes sociais para pesquisar as empresas nas quais você está interessado.

Identifique os executivos nas empresas que você está almejando e entre em contato com eles. Seguindo-os e comentando seus tweets ou postagens, você pode se destacar como um candidato em potencial.

Mostrar o seu valor lhe dará uma vantagem sobre outros candidatos a emprego que não estão se exibindo. Comece a postar e repostar itens relevantes para sua carreira ou área de especialização para se estabelecer como um líder inovador.

Esforce-se para ter um tom e estilo consistentes em todos os seus perfis nas redes sociais. Você deve usar essas plataformas não apenas para procurar emprego, mas também para construir sua marca pessoal.

Você viu? Canadá supera os Estados Unidos como melhor destino para trabalhar no exterior.

5) Manter a positividade ajuda a encontrar um emprego

Se a sua procura de emprego está se arrastando, não leve a rejeição para o lado pessoal. Sua abordagem pode exigir apenas alguns ajustes antes de ver os resultados. Nesse ínterim, não se esqueça de ser gentil consigo mesmo. A vida é imprevisível e a jornada muitas vezes nos leva a direções inesperadas. Ao aceitar e se adaptar a essas situações desafiadoras, você acabará se tornando muito mais resistente do que antes.

Por isso, a dica final é manter a positividade. Apesar da pandemia, a melhor coisa a fazer é buscar boas notícias, se desligar um pouco dos noticiários que falam só de acontecimentos tristes e ruins e focar na sua busca por um trabalho.

Capriche no seu currículo, deixe o seu LinkedIn atualizado e caso tenha dificuldades em fazer isso, não hesite em nos contactar, pois prestamos serviços na área de assessoria e desenvolvimento de currículo. Envie-nos uma mensagem!

Também pode te interessar: 6 dicas para encontrar um novo emprego.

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *