Emprego no exterior: 300 vagas abertas na Deloitte na Irlanda

vagas abertas na Deloitte na Irlanda
Foto: Cyprus Inform.

As vagas abertas na Deloitte na Irlanda são para reforçar a consultoria de transformação digital. Veja tudo e candidate-se!

A Deloitte anunciou que está iniciando o recrutamento imediato de 100 novos colaboradores para a companhia na Irlanda. E já no próximo ano, a multinacional vai preencher as 200 oportunidades de emprego na Irlanda. Saiba tudo sobre as vagas abertas na Deloitte na Irlanda e saiba como se candidatar.


300 vagas abertas na Deloitte na Irlanda

A Deloitte criará 300 “empregos de alta qualidade em tecnologia, estratégia e operações comerciais” na Irlanda, disse o Tánaiste e o Ministro da Empresa, Comércio e Emprego Leo Varadkar, TD, em um anúncio de empregos divulgado hoje, 16 de abril de 2021. A Deloitte atualmente emprega mais de 3.000 pessoas na Irlanda, mais especificamente nas cidades de Cork, Dublin, Limerick e Galway.

A companhia também tem um escritório na Irlanda do Norte, na capital Belfast. O recrutamento para um terço dessas funções começará imediatamente, enquanto a empresa planeja ter concluído as contratações para todas as novas funções nos próximos 12 meses.

Veja também: ServiceNow vai abrir 300 vagas em Dublin para tecnologia.

Oportunidades de emprego na Deloitte na Irlanda

Os empregos disponíveis na empresa de serviços profissionais incluirão oportunidades em digital, nuvem, engenharia de sistemas, design de cliente, futuro do trabalho, finanças digitais, cadeia de suprimentos digitais, operações de negócios, análise de dados e tecnologias cognitivas.

A maioria das funções será em consultoria. Entretanto, dentre as vagas abertas na Deloitte na Irlanda a empresa também recrutará especialistas em auditoria e tributação nos setores de serviços financeiros e ao consumidor.

Veja também: multinacional está com 150 vagas de TI na Irlanda.

Impulso na transformação digital

O CEO da Deloitte Ireland, Harry Goddard, disse que a criação de novos empregos na empresa vem em resposta à crescente demanda por serviços de consultoria de transformação de negócios vindos de clientes irlandeses e internacionais. Ele prevê que essa demanda crescerá ainda mais, já que as empresas precisam se adaptar mais uma vez em um cenário pós-COVID.

Nosso negócio se adaptou de forma rápida e eficaz às mudanças no mercado provocadas pela pandemia. Nosso foco tem sido apoiar nossos clientes, pois eles também transformaram suas organizações para lidar com as necessidades imediatas de um ambiente operacional muito diferente. Agora, eles reconhecem a necessidade de impulsionar seus negócios para ter sucesso no longo prazo, seja construindo resiliência para resistir a novas interrupções ou abordando mudanças nos modelos operacionais e formas de trabalho, por exemplo.

Harry Goddard — CEO da Deloitte Ireland

Junto com o anúncio das vagas abertas na Deloitte na Irlanda, a multinacional também informou que será um parceiro oficial da Federação Olímpica da Irlanda como parte de um acordo de quatro anos. Isso verá os atletas patrocinadores da marca da Equipe Irlanda (Team Ireland) nos Jogos Olímpicos remarcados para Tóquio neste verão e até as próximas Olimpíadas a serem realizadas em Paris em 2024.

Saiba mais: novo centro de operações bancárias vai criar 100 empregos de tecnologia em Dublin.

Sobre a Deloitte e como se candidatar às vagas na Irlanda

A Deloitte é uma empresa de serviços que mantém sua sede global na cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos. Fundada em 1845, na capital inglesa Londres, a multinacional emprega 335 mil pessoas que estão espalhadas em 700 escritórios em mais de 150 países.

Se você pretende se candidatar a uma das vagas abertas na Deloitte na Irlanda, acesse o site de empregos e carreiras da companhia. Após fazer isso, selecione a oportunidade, leia os requisitos e, caso os cumpra, envie seu currículo diretamente para eles. Boa sorte na sua candidatura!

Leia também: 15 atitudes que você deve evitar para não prejudicar sua carreira.

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *