Dicas fundamentais para quem pretende morar e se instalar no Canadá

morar no Canadá
Foto: Alesia Kozik – Pexels.

Você está planejando morar e se instalar no Canadá? Aqui estão algumas dicas importantes, fundamentais a serem consideradas.

Esteja você apenas procurando para quais países deseja imigrar ou esteja decidido a se mudar para o Canadá, você tem muitas dúvidas sobre o que está envolvido no processo de estabelecimento. Quais são os requisitos de imigração? Quais são as melhores cidades para se viver? Quanto custará viver em certas cidades ou províncias populares?


Dicas fundamentais para morar e se instalar no Canadá

Para quem quer morar e se instalar no Canadá, além de buscar a resposta para as perguntas feitas anteriormente, é muito importante dominar o idioma. Seja o inglês ou o francês, uma das coisas que ajudam muito no processo de adaptação é trabalhar em empregos de meio período onde você poderá ter a experiência de falar com pessoas diferentes e, desse modo, desenvolvendo as habilidades de comunicação que podem oportunizar um emprego melhor.

Além disso, outra sugestão é utilizar a rede social profissional LinkedIn para ajudar na conexão com a comunidade e encontrar empregos no Canadá. Por isso, se você está pensando e pesquisando sobre morar e se instalar no Canadá, nós do Vagas pelo Mundo também já passamos por isso, mas foi em Portugal, então vamos trazer algumas dicas fundamentais para ajudar você a sanar suas dúvidas sobre viver no exterior e morar no Canadá.

Veja também: descubra tudo sobre como imigrar para o Canadá como enfermeira.

Requisitos de imigração para morar e se instalar no Canadá

A primeira coisa que você provavelmente está se perguntando é quais são os requisitos de imigração, estudo ou autorização de trabalho do Canadá e se você os cumpre. Existem várias maneiras de obter aprovação para se mudar para o Canadá. Aqui estão algumas das formas mais populares:

Express Entry — Entrada Expressa

O Express Entry (Entrada Expressa) é atualmente a principal via para imigrantes qualificados que desejam se tornar cidadãos ou residentes permanentes do Canadá. Primeiro, você precisa ser elegível para um dos três programas gerenciados no Express Entry. Em seguida, você envia seu perfil e é pontuado com base em uma variedade de fatores, como sua idade, habilidades em inglês ou francês, educação e experiência de trabalho. Aproximadamente a cada duas semanas, o governo canadense convida os candidatos aprovados a se inscreverem para residência permanente no país.

O governo canadense pretende processar os pedidos de residência permanente em seis meses ou menos. O custo para passar pelo processo do Express Entry varia de acordo com o número de pessoas em sua família e quanto custam os diversos requisitos, como testes de idioma, avaliações de credenciais educacionais, taxas de exames médicos e antecedentes criminais.

Só as taxas de inscrição para residência permanente custam $ 1.325 por adulto e $ 225 por criança. Portanto, você vai precisar de um bom orçamento para fazer o processo completo.

Saiba mais: veja se você é elegível para os novos programas de imigração do Canadá.

Provincial Nominee Programs

O Canadá permite que as províncias e territórios administrem seus próprios Programas Provinciais de Nomeados (Provincial Nominee Programs — PNP) para ajudar as pessoas que possuem as habilidades, educação e experiência de trabalho necessárias naquela jurisdição específica a imigrar para o Canadá.

A maioria das províncias contam com diferentes fluxos que têm requisitos específicos de imigração para grupos de estudantes, empresários, trabalhadores qualificados e trabalhadores semiqualificados. Certifique-se de pesquisar os requisitos de imigração de cada província, tempos de espera e taxas.

Novos programas de imigração morar e se instalar no Canadá

O Canadá está introduzindo programas especiais para que trabalhadores essenciais, graduados internacionais e falantes da língua francesa possam morar e se instalar no Canadá de maneira permanente. Cerca de 90.000 vagas de residência permanente estão disponíveis em 2021. Se você atender aos critérios de elegibilidade, poderá considerar esses caminhos para acelerar seu processo de imigração.

Novos programas de imigração no Canadá: país lança 6 novas plataformas para graduados e trabalhadores essenciais.

Outros programas para morar no Canadá

Além das opções de imigração listadas acima, há vários outros programas pelos quais você pode morar e se instalar no Canadá. Por exemplo, há o Quebec Skilled Worker Program e o Quebec Experience Program, que são executados por meio de um acordo especial com o governo federal sobre imigração, onde Quebec escolhe quais imigrantes qualificados se adaptam melhor a viver na província.

Há também o programa Piloto de Imigração do Atlântico (Atlantic Immigration Pilot), que ajuda trabalhadores qualificados a imigrar para o Canadá no lado do Atlântico ou que estudantes internacionais e trabalhadores estrangeiros temporários permaneçam na região.

Outras opções incluem Caregivers pathways, que ajudam pessoas que cuidam de crianças, idosos ou aqueles que precisam de suporte médico residente e o programa Start-Up Visa, que ajuda aqueles que desejam iniciar um negócio no Canadá a imigrar. Existem também alguns outros programas altamente especializados para os quais você pode se qualificar e que você pode aprender mais no site do Governo do Canadá.

Leia também: nova ponte suspensa no Canadá será inaugurada em maio.

Patrocínio familiar — Family sponsorship

O programa de patrocínio familiar (family sponsorship) é uma forma de solicitar residência permanente no Canadá se você já tem parentes próximos que moram no país e que desejam patrociná-lo. Qualquer cidadão canadense, residente permanente e maior de 18 anos, pode patrocinar um parente. Dependendo de seu relacionamento com a pessoa que você está patrocinando, o tempo de inscrição e as taxas variam.

Por exemplo, o processo de inscrição leva até 12 meses quando você patrocina um parceiro ou cônjuge, mas leva de 20 a 24 meses quando você patrocina um avô. Além disso, custa $ 1.050 para patrocinar um cônjuge, mas custa apenas $ 150 para patrocinar um filho.

Veja mais: nova ferramenta promete ajudar imigrantes na escolha de onde morar no Canadá.

E quanto a autorizações de trabalho?

As autorizações de trabalho (work permits) podem ser concedidas para trabalhadores temporários em áreas onde as Avaliações de Impacto no Mercado de Trabalho (Labour Market Impact Assessments — LMIAs) mostram que há falta de trabalhadores nessa área no Canadá, para empresários, estudantes, cuidadores e trabalhadores agrícolas. Como obter uma autorização de trabalho e quanto custará dependerá do programa de trabalho através do qual você está se inscrevendo.

Além disso, o Canadá oferece dezenas de vias de autorização de trabalho que não exigem um LMIA. Isso é comumente facilitado por acordos de livre comércio entre o Canadá e outros países. Esses acordos, por exemplo, permitem que jovens e empresários desses países obtenham autorizações de trabalho canadenses.

Saiba mais: Canadá supera os Estados Unidos como melhor destino para trabalhar no exterior.

E quanto as licenças de estudo (study permits)?

O Canadá está agora entre os principais destinos do mundo para estudantes internacionais e o governo federal tem isenções para permitir que os alunos estudem no país durante a pandemia. Se você não puder viajar para o Canadá agora, você pode estudar em uma instituição de ensino designada pelo Canadá enquanto estiver no exterior e ainda ser elegível para uma Permissão de Trabalho de Pós-Graduação (Post-Graduation Work Permit — PGWP).

O PGWP é altamente cobiçado entre os alunos porque permite que eles trabalhem no Canadá, o que pode ajudá-los a se qualificar para a residência permanente canadense. O primeiro passo para estudar no Canadá é obter uma Carta de Aceitação (Letter of Acceptance — LOA) de um DLI canadense. DLIs são faculdades, universidades e outras instituições educacionais autorizadas pelos governos canadenses a receber estudantes internacionais.

Depois de obter uma LOA, você pode enviar seu pedido de autorização de estudo ao Immigration, Refugees and Citizenship Canada (IRCC). De modo geral, você precisa demonstrar ao IRCC que possui uma LOA, é proficiente em inglês ou francês e fornece evidências de que pode sustentar-se financeiramente e a qualquer membro da família que se junte a você no Canadá.

Trabalhar no Canadá, executivo brasileiro dá dicas para morar e trabalhar em Montreal.

Custo de para morar e se instalar no Canadá

O custo para morar e se instalar no Canadá pode ser significativo. Depois de ser aprovado para imigrar para o Canadá, existem os custos adicionais de viagem e mudança – fazendo com que as despesas em que você incorrer para se estabelecer no país variem de milhares de dólares a dezenas de milhares de dólares canadenses.

Depois de chegar ao Canadá – morar no país também não é barato. De acordo com o Numbeo, um banco de dados que compara o custo de vida em todo o mundo, em março de 2021, o custo de vida médio mensal no Canadá para uma família de quatro pessoas sem aluguel é de cerca de $ 3.674, enquanto o custo de vida médio para uma pessoa solteira sem aluguel é cerca de $ 1.109 por mês.

O aluguel pode variar significativamente no Canadá com base em onde você mora e em que tipo de propriedade alugada. Entretanto, a maioria dos canadenses gasta cerca de 35% a 50% de sua renda em uma combinação de serviços públicos e habitação. Além disso, o Governo do Canadá estima que os imigrantes paguem pelo menos $ 350 por mês para alugar um quarto e pelo menos $ 2.000 por mês para alugar um grande apartamento ou casa.

Veja mais: cidades menores do Canadá estão atraindo mais imigrantes.

Coisas a considerar ao decidir a província ou cidade para morar no Canadá

Quando se trata de onde se estabelecer e morar no Canadá, há uma série de fatores a serem considerados antes de fazer uma escolha. Você deve considerar coisas como custo de vida, salários médios na área, clima, estilo de vida, custo do aluguel, custo dos imóveis e outros fatores. Aqui está uma visão geral do custo de vida em todo o Canadá:

Canadá Atlântico

Muitas pessoas se mudam para o Canadá Atlântico – que inclui Nova Scotia, Newfoundland and Labrador, New Brunswick e a Ilha do Príncipe Edward – para aproveitar as vantagens de seus imóveis mais baratos e da beleza natural. Os aluguéis médios tendem a ser muito mais baixos do que em outras partes do Canadá.

Por exemplo, o aluguel de dois quartos em Moncton, New Brunswick, custam em média apenas $ 1.165 por mês e o aluguel em Charlottetown, na Ilha do Príncipe Edward custando apenas $ 1.401 por mês. Os salários médios anuais das províncias do Canadá Atlântico são $ 55.508 em Newfoundland e Labrador, $ 45.912 em Prince Edward Island, $ 48.470 em Nova Scotia e $ 49.511 em New Brunswick.

Quebec

Quebec é uma escolha popular para imigrantes falantes de língua francesa. Ela prioriza os imigrantes que falam francês por meio de seus programas de imigração administrados por províncias e os preços dos imóveis tendem a ser mais baixos do que em outras províncias – mesmo em seus centros urbanos. Quebec tem um salário provincial médio anual de $ 49.511.

Leia também: Quebec lança novos programas de imigração no Canadá.

Ontário

Ontário é a província mais popular para a imigração porque é onde está Toronto, a cidade mais populosa do Canadá e um lugar onde existem comunidades vibrantes de imigrantes para você se conectar. Embora morar em Toronto seja particularmente caro, com os preços das casas em média em torno de $ 850.000 e o aluguel custando em média $ 2.300 por mês para um apartamento de dois quartos, há lugares em Ontário que estão entre os mais baratos para viver no Canadá, como Sault Ste. Marie, Ontário, onde custa apenas S $ 1.000 por um apartamento de 2 quartos. Ontário tem um salário médio provincial anual de $ 55.524.

The Prairies

Muitos imigrantes decidem se mudar para “the Prairiesas” (pradarias) em busca de oportunidades econômicas em Alberta, Saskatchewan e Manitoba. Os aluguéis médios são mais caros nas principais cidades de Alberta, com aluguel de dois quartos em Edmonton custando em média $ 1.250 por mês e o aluguel em Calgary custando em média $ 2.300 por mês.

O aluguel médio de um dois quartos em Winnipeg, Manitoba é de $ 1.223 por mês e o aluguel médio de um dois quartos em Regina, Saskatchewan é de $ 1.222 por mês. Os salários médios anuais das províncias das pradarias são $ 61.865 em Alberta, $ 49.661 em Manitoba e $ 54.371 em Saskatchewan.

Como trabalhar no Canadá, formas de visto e salários.

British Columbia

British Columbia é outro destino popular de imigração, pois é onde se localiza Vancouver, uma bela cidade cercada por água e vista para as montanhas, cujo estilo de vida e temperatura moderada permitem que você esquie e jogue futebol no mesmo dia. Vancouver e seus arredores são particularmente caros, com preços de casas em média $ 1,3 milhão e preços de aluguel em média de $ 2.793 para um apartamento de dois quartos. No entanto, há lugares em BC que são muito mais acessíveis em termos de aluguel e imóveis. British Columbia tem um salário médio anual provincial de $ 53.416.

O que fazer quando você morar e se instalar no Canadá?

Depois de se estabelecer no Canadá, é importante cuidar de todos os itens essenciais, como encontrar um lugar para morar. Além disso, é necessário obter seu seguro saúde, obter seu número de segurança social, conectar-se com seu consulado e organizações comunitárias que ajudam imigrantes ou conectam você com outros imigrantes e não esquecer de buscar sua carteira de motorista e abrir uma conta bancária canadense.

Alguns bancos possuem programas especiais para os recém-chegados no Canadá, como é o caso do Scotiabank. A instituição financeira afirma que, através de seus programas voltados para imigrantes, pretende ajudar as pessoas a colocarem seus negócios financeiros em ordem para que elas possam começar a viver sua nova vida no país.

Para finalizar, uma dica fundamental é: capriche na sua rede de contatos e de relacionamento. É importante que os recém-chegados permaneçam ativos nas redes sociais e não hesitem em se conectar a pessoas com suas experiências profissionais. Além disso, é bom ter em conta que, via de regra, os canadenses são prestativos, eles se juntam a outros para tomar um café se alguém precisar de conselhos ou ajuda.

Para finalizar, não deixe de assumir riscos da mesma forma para fazer conexões. Tente falar com pessoas diferentes, saia da sua zona de conforto e isso, com certeza, vai ajudar a você a encontrar o seu lugar no Canadá e construir uma boa vida no país. E não esqueça: você não é a primeira e não será a última pessoa que decidiu morar e se instalar no Canadá. Uma boa sorte!

Veja também quais são as melhores empresas para trabalhar no Canadá.

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *