Como evitar a autocobrança excessiva no trabalho?

evitar a autocobranca
Foto: CUF.

Você se cobra demais? Descubra como evitar a autocobrança excessiva no trabalho. Talvez você só esteja no lugar errado, já pensou nisso?

No mercado de trabalho cada vez mais competitivo, é comum encontrarmos pessoas que se cobram muito ou tenham se cobrado excessivamente em algum momento da vida. Durante o período mais crítico da pandemia isso ficou muito evidente para muitas pessoas e, claro que esse tipo de comportamento não desaparece de uma hora para a outra. Mas, como podemos evitar a autocobrança excessiva no trabalho? Hoje vou te dar dicas.


Como evitar a autocobrança excessiva no trabalho?

Todos nós temos que lidar com uma quantidade enorme de informações, demandas do trabalho e da vida pessoal e responder a tudo isso com velocidade e eficiência. É como se fosse uma eterna corrida de superação, causando um desgaste emocional e uma autocrítica em relação ao trabalho e vida pessoal.

Quando estamos num ambiente corporativo e naturalmente competitivo, nem sempre é fácil lidar com a pressão por resultados e, para manter a nossa performance é exigido de nós dedicação e comprometimento. A autocobrança aparece quando as pessoas querem atender ao nível de expectativas que foi gerado sobre ela e, que muitas vezes ela própria colocou-se nesta condição.

Porém, a autocobrança excessiva tem um custo emocional cruel, que pode trazer crises de ansiedade, baixa estima e esgotamento físico e mental. Esse padrão mental de alto exigência em relação a si mesmo e a busca intensa de ser perfeito em tudo que faz pode trazer muitos prejuízos a qualquer pessoa.

Vai fazer uma transição de carreira? Cuidado com a autossabotagem.

Como perceber se você está se cobrando demais?

Quando temos objetivos e metas a cumprir organizamos as nossas ações para alcançar os resultados que queremos, porém, quando essa pressão interna é excessiva, o efeito pode ser o contrário e nos afastar ainda mais dos nossos objetivos gerando ansiedade e frustração.

A dica aqui é fazer uma reflexão sobre a sua postura em relação à cobrança pelos resultados, saber se cobrar e ter disciplina é importante, mas cuidado com:

  • “Eu deveria ter feito tal coisa”
  • “Eu preciso fazer desta forma”
  • “Eu tenho que dar conta”

Em muitos casos as cobranças externas, como os prazos e metas tem um planejamento, mas se essas cobranças estão impactando na forma como você se sente e acredita no seu potencial é hora de parar e repensar sobre isso.

A sua autoestima e saúde mental podem ficar comprometidas se esse processo se prolongar por muito tempo. Porque as vezes ficar criando expectativas maiores de si mesmo faz com que tenha a sensação de que nunca esteja bom o suficiente

E por mais que realize as suas conquistas, elas serão desvalorizadas por alguns pontos fracos no processo. Então vivemos num eterno ciclo de cansaço de tanto tentar se superar e aprisionada a um sentimento de incapacidade.

Trabalho em casa: como encontrar uma profissão home office.

Como evitar o desgaste emocional da autocobrança?

Romper com o padrão da autocobrança, nem sempre é fácil, até porque muitas pessoas que se cobram demais no trabalho para ter os melhores resultados conseguem atingir esse objetivo, mas adoecem ou morrem no processo.

Desenvolver habilidades emocionais pode te ajudar a combater a autocobrança excessiva, que pode estar alinhadas com padrões mentais e emocionais de perfeccionismo, dificuldades de aceitar erros, dificuldade de administrar crises e conflitos internos e no ambiente de trabalho.

Reconhecer e valorizar cada conquista, pois para cada uma delas você teve que superar todas as dificuldades, lembrar desses momentos com autocompaixão e generosidade pelo que você construiu por seu próprio mérito.

Reconheça as suas forças e fraquezas para impulsionar sua carreira.

Você é um um ser humano que possui limites

Entenda que você é um um ser humano e que possui limites que são seus, seus talentos, suas competências, sua forma de lidar com desafios, diferirão dos seus colegas e isso é natural. A sua cobrança por uma melhor performance precisa se basear na sua evolução, respeitando os seus processos emocionais.

Tenha práticas saudáveis como meditação e mindifulness, pois auxilia na tomada de consciência de forma equilibrada, permitindo que as suas atenções estejam voltadas para você e as suas capacidades sem resistência ou pressões externas. 

Construir hábitos saudáveis aumentam sua performance profissional.

E, por fim, um mergulho em você através do autoconhecimento, se reconhecer através dos seus próprios valores pessoais, dos seus inegociáveis darão suporte apara você evoluir no trabalho sem ficar o tempo todo vivendo no processo de autocobrança. Talvez você só esteja no lugar errado, já pensou nisso?

A sua saúde emocional é sua prioridade, sem ela nada de bom acontece no seu trabalho. Aceite seus limites, reconheça suas potencialidades e celebre cada conquista da sua jornada.

Com a mentoria de carreira, você aprende a trilhar o seu caminho com leveza sem ficar desmerecendo quem você é. Tenho certeza que você só precisa de uma orientação clara e uma metodologia eficaz.

*Eu sou a Vanessa Ferreira, psicóloga e coach de Carreira. Possuo formação Coach PNL Sistêmica pela ICI Integrated Coaching Institute, e especialista em Desenvolvimento Humano e Organizacional pelo Metaforum Internacional. A minha missão é ajudar você a escolher, decidir e realizar uma mudança de carreira de forma estratégica.  

Aproveite para ler também: “Não gosto do meu trabalho, mas preciso do dinheiro”: o que fazer?

Vanessa Ferreira

Psicóloga e coach PNL Sistêmica pela ICI Integrated Coaching Institute, especialista em Desenvolvimento Humano e Organizacional pelo Metaforum Internacional. Possui uma trajetória profissional de 16 anos no mundo corporativo na área Recursos Humanos. Atualmente mora em Portugal e trabalha com recolocação profissional.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *